17 agosto, 2012

O nascimento do Álvaro



Na segunda-feira, dia 05/12/11, acordei sentindo uma dorzinha diferente na lombar. Estava preparando as lembrancinhas e, achamos melhor (eu achei melhor) ir ao hospital. 

Após o médico me examinar disse que o meu neném nem havia encaixado. Hã, como assim? Achei que ele já ia nascer.

Tá. Marcamos o parto para a próxima segunda.
Mas a dorzinha permanecia, o incômodo continuava. Não dormia direito. A ansiedade também era muita.

Resolvemos, então, não esperar até segunda. Decidimos ir na quinta, dia 08/12/11.

Levantamos cedo, preparamos tudo, eu de jejum, e fomos: Emerson, mamãe, cunhada (ela ia assistir o parto) e nós (eu e o Álvaro).

Já na maternidade, tivemos alguns probleminhas (perderam minha ficha, tinham poucos médicos, muitos partos normais), mas deixa pra lá, quero contar como ele nasceu.

Passava das 15:oo h, fui me trocar. Na sala de pré-parto, estava muito ansiosa e, confesso que tive medo. Acariciava a minha barriga e dizia: daqui a pouco vamos nos ver meu filho. A mamãe tá um pouquinho (hãhã, um pouquinho) nervosa, mas vai dar tudo certo.

Levaram-me para a sala e, colocaram todas aquelas coisinhas. Chegaram o anestesista e o médico . A pediatra se apresentou dizendo que era ela quem ia receber o meu bebê. Uma gracinha de enfermeira me sentou pedindo pra eu ficar quietinha; era hora da anestesia. Eu morria de medo dessa parte. Já tinha ouvido horrores sobre a tal. Comecei até a cantar baixinho pra relaxar.

Aí, de repente a enfermeira fala:

- vamos sentar rapidinho.

- O quê? Já?

Sim, eu nem senti a anestesia. Ufa, essa foi fácil! Não doeu nadinha.

Então começou o meu parto. Eles falavam sobre futebol, sobre o que iam fazer no natal. Eu estava tranqüila. 

Quando já estava quase na hora, a enfermeira foi chamar a minha cunhada.
Ela chegou, começou a gravar. Eu me tranqüilizei com a presença dela.

Então o médico disse:

- vai nascer!

Meu coração disparou.

Ouvi aquele chorinho. Um choro alto e forte. Nasceu. Dando cambalhota. Apgar 9/10.

Olhei pra ele e chorei. Perfeito, saudável, lindo. Que sentimento era aquele. 

O trouxeram pra mim, e se aquietou ao ouvir a minha voz.

Falei baixinho:
- Meu filho, mamãe tá aqui. Mamãe te ama. Você é lindo. Eu te abençôo em nome de Jesus. Sê tu uma benção nessa geração meu filho.

Fiquei maravilhada. Grata a Deus por tudo está bem. E pensando que o papai devia tá doido pra ver aquela belezura.



"Nunca imaginei poder amar assim, querer alguém tão bem mais do quero a mim. Meu filho você tem o amor da mamãe pra sempre"

video


video

Álvaro nasceu dia 08/12/2011, pesando 3.185 Kg e medindo 46 cm.

4 comentários:

  1. Que lindo! Como esse momento é emocionante! Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o momento mais lindo de toda a espera não é? Bjim!

      Excluir
  2. que lindo seu bebê!!! retribuindo o carinho, tô te seguindo também, bjus

    ResponderExcluir