30 novembro, 2012

Ele

Ontem me atrasei pra sair do escritório. Peguei o ônibus mais tarde que o de costume e tinha que pegar o Pititico já que, Emerson tinha um compromisso no mesmo horário.

Quando ele me viu abriu logo um sorriso daqueles que me derretem o coração. Abraçei, beijei, abençoeei, disse que tava com saudade e, tudo mais que uma mãe diz depois de passar o dia longe. Ele, como de costume, retribuiu. Ganhei beijos, abraços, beijinho de esquimó, apertos. 

Chegando em casa ele já começou a olhar o muro procurando as lagartixas que andam sempre por lá. Perguntava:

- tixa?

Mas não havia nenhuma. Eu disse que elas tinham ido dormir, rs.

Emerson já tinha chegado e o Pititico logo começou:

- papa, papa. E sorria.

Emerson queria um beijo mas, isso só comigo. Não sei porque, mas ele não beija ninguém, só eu.

Brincamos, os três. Deixei ele comer "besteira" no lugar da janta junto com o papai. Comeu, tomou suco. Brincamos mais e, fomos para o banho. Já eram mais de oito horas, ele devia tá com sono.

Dei o banho, ele fez a bagunça de sempre, jogou os brinquedos no chão, ficou em pé na banheira, pegou no piupiu e se acabou de rir, mostrou 1 aninho e depois escondeu o dedo. Quis sair. 

Vestimos a roupa, limpei o nariz dele, papai penteou os cabelos. Fiz a mamadeira, o Pititico pegou o paninho de boca e disse:

- pan.

Aprendeu mais essa palavra.

Sentamos no sofá ao lado do papai, e ele mamou tudinho. Eram nove horas. Não dormiu nada. Levantou dizendo "bó" e foi brincar.

Deixei ele com Emerson e fui tomar um banho (eu sempre tomo banho depois que ele dorme, quando chego só dá pra lavar as mãos, hehe).

Ouvir Emerson cantando (as músicas de própria autoria) pra ele dormir. Quando saí do banho ele já tava dormindo. Dei um beijo, cobri, peguei a toalha molhada que ainda tava lá no trocador e coloquei no varal. 

Fui ver se o TNT que comprei seria o suficiente pra fazer a toalha da mesa. É suficiente. Mas ainda tenho que comprar mais pra mesa de guloseimas. Começamos a mexer nas lembrancinhas mas, resolvemos ir dormir. Hoje terminaremos!

Quando deitei pensei: "o Pititico podia dormir a noite inteira de novo". Ia comentar com Emerson mas desisti, porque sempre que falava acontecia exatamente o contrário. Fiquei quieta, tudo ficou quieto. Os pensamentos ainda estavam bastante ativos sobre muitas coisas. Mas logo adormeci. 

Acordei quando ouvi o Pititico se mexendo lá no berço, porque as mexidas são bruscas, tipo chutar a grade do berço. Olhei as horas: 05:20. Oba! Fui lá, ele tava dormiiiiindo. Voltei pra cama, dava pra dormir mais 1 hora.

Seis horas ele já tava brincando. Tagarelando. Batendo palma. Chamando a galinha. Rindo. Tudo no seu bercinho. Feliz da vida.

Cheguei lá e ele riu. Estendi a mão e disse: "Deus te abençoe meu amor". Ele me deu a mão. Ficou fazendo gracinha. Não queria sair do berço, milagre, mas o "cheiro" do cocô tava demais, hahaha. 

Trocamos a fralda e na hora de vestir o short eu disse: "um, dois e já" pra ele se levantar. Ele aprendeu. Eu dizia: um, dois e, ele dizia: já! Coisa mais linda.

Eu tô boba de como o tempo passou. Tem momentos que eu queria que ele ficasse sempre assim, pequeno e que eu pudesse cuidar de tudo pra ele. Mas não dá, então tenho tentado aproveitar tudo que posso dele, com ele. 

Será que toda mãe fica assim porque o filho tá prestes a completar um ano? Um apego...


"Deus, somos gratos pelo filho que o Senhor nos deu. Grata porque fomos abençoados." 

29 novembro, 2012

Ele já começou a ralar

O Pititico tava caindo muito nos dias que dicou doente. Acho que é porque tava fraquinho, sem se alimentar direito. Mas não queria que segurasse a mão, então o resultado foi o joelho ralado.






Ele adora catar pedrinhas e, tenho que ficar de olho porque gosta de comê-las também, hahaha.

28 novembro, 2012

A retro e a careta

A retrospectiva do 1º aninho do Pititico ficou pronta! Eu chorei horrores ao assistir...que emoção ver tudo que aconteceu...como eu amo esse menininho...

Camila, obrigada, de coração!

E mostro pra vocês dia 8, haha.

***

Agora uma das carinhas do Pititico:



Careta porque ele não gosta de picolé de chocolate, prefere o de maçã-verde, rs.

27 novembro, 2012

Festinha festinha

Ai meninas, correria? Demais! Tempo curtíssimo! Mas deixa eu contar pra vocês:

Encomendei o bolo, viva! Tô muito feliz por isso, porque pensei que fosse ficar muito caro, e não ficou! Os docinhos uma prima querida irá fazer. Vou comprar tudo que falta essa semana (me abençoa Deus meu!). 

Contei que vamos fazer um painel de balões? Pois vamos. A tia Dri vai dar de presente, hehe.

Ainda falta testar o recheio para os cupcakes.

E sobre a toalha da mesa, vou fazer de TNT, só preciso aprender como, rs. E acho que será azul e vermelho. Alguma dica???

Agora a grande alegria é que conheci uma mamãe blogueira que mora pertinho da gente! É a Camila, que escreve no blog Nossa Vida com os gêmeos. E sabem o que mais? Ela tá fazendo a retrospectiva do Pititico!

Tô mega curiosa pra ver e, é bem provável que eu vá buscar o cd, assim aproveito pra conhecê-la né?

***

Tô ansiosa e chorona agora que tá chegando o 1º ano. Então aí vai uma foto do 1º mêsversário:



26 novembro, 2012

Nossos momentos 2

O final de semana foi ótimo porque o Pititico melhorou! Graças a Deus, ufa! Acho até que ele emagreceu. Vocês sabem né? Olho de mãe...

A garganta ainda tá vermelha e ele ainda tem umas feridinhas no céu da boca, mas tá se alimentando e brincando!

Mexendo na única gaveta que eu deixo, rs. Mas fico de olho já que é na cozinha.

Pegou um pote vazio de açaí e virou de boca pra baixo...

pra sentar...

e sentou!


Olha papai!

***

E ontem Emerson e eu completamos 6 anos de casadinhos! Bodas de açúcar!

Íamos deixar o Pititico com mamãe e sairmos, mas resolvemos ficar com ele, hahaha. Comemoração podia ser a noite né?

Te amo tchutchu, Deus continue abençoando nossa união, você é o melhor marido do mundo!!!


***

Este post faz parte da BC:


Participe também! Clique aqui!

23 novembro, 2012

Batendo palmas

A Samanta tinha pedido pra filmar o Pititico cantando parabéns, não consegui muito, mas tá aí o que consegui, hehe:

video


E ele já tá BEM melhor, graças a Deus!

O motivo da febre

Então a febre não era à toa meninas, vocês tinham razão. 

Liguei pra pediatra dele e ela me disse pra levá-lo ontem cedinho que ela iria examinar. Gostei, porque ela não pediu pra esperar três dias de febre. 

E o Pititico teve febre de novo. Tava "chatinho" na quarta à noite. Falei com Emerson que teríamos que levá-lo. Mas acontece que eu tinha que trabalhar. Não tem ninguém pra me substituir. O escritório ia ficar fechado. Fui trabalhar e combinamos de nos encontrar lá.

Liguei pra pediatra mas ela teve um imprevisto. Parece que ia acompanhar o filho numa cirurgia ou algo assim. Resolvemos então, que iríamos no Hospital São Camilo.

Emerson foi sozinho. Eu chorei de raiva e frustração. Queria estar com meu filho.  Ele precisava de mim. O pai estava com ele, mas ele me queria. Quis chutar o balde.

Resolvi o que deu e fui para o Hospital. Quando cheguei na porta eles estavam saindo. Meu coração doeu.

Perguntei:

- já consultou?

E ele respondeu:

- já. É estomatite.

O Pititico olhou pra mim e riu. Abatido, mole, sonolento. Peguei-o, abracei, beijei, consolei.

Fiquei arrasada e com dó do meu Tudo. Eu tava com uma afta na ponta da língua e tava doendo muito. Imagina ele? Com a boca cheia delas! 

Lembrei que outro dia os Passarinhos da Carol, Benjamin e Bernardo tiveram estomatite e, que eu até comentei com ela que minha mãe disse que eu tive e era muito sofrido. Sei metade do que você passou amiga, rs.

E pensei também na Dani, porque a lidinha dela, a Laura fez uma cirurgia por causa das amígdalas que eram muito grandes. Além da tensão da cirurgia, a recuperação não é nada fácil. Sem comer, sentindo dor. Eu li que você tá um caco viu Dani? 

Pois é, pensei nas amigas. 

Passamos na farmácia pra comprar mais dipirona porque o analgésico o médico deu uma amostra grátis. Não dava pra fazer nada. 

Reparei que Emerson tinha levado ele de pijama e meia. Pensei: tá valendo né? 

Liguei pra pediatra pra certificar que era aquilo mesmo. E era. Analgésico e paciência. Ela disse também pra não dar nada muito salgado, nem muito doce, nem muito ácido. Tudo "sonso". Sorvete liberado, tudo frio. Vê o que ele ia aceitando. 

Tá tomando água, leite, água de coco, comeu um pouquinho de batata. Tudo chorando.

E essa noite foi daquelas. Ele só queria o meu colo. Chorava e babava. Babava e chorava. Muito irritado. Gritava com raiva. De madrugada quis ir pro chão e batia no sofá nervoso. Tadinho. Tá sofrendo meu Pititico.

Mas como diz a Dani, vai passar. E que passe logo.

Assim que der passo pra dar os pitacos no cantinho de vocês. Adoro!

21 novembro, 2012

Febre, 1 aninho e a perda de fôlego

Essa noite o Pititico ardeu em em febre. Tadinho. Tava vermelho igual a um pimentão. Não sei o que é. Ele não tá gripado. Hoje ainda teve febre pela manhã. Mas tá brincando, comendo, tudo normal. 

Ontem quando o pegamos na casa da minha mãe, achei ele meio amuadinho mas pensei que fosse sono. Ele foi dormir às 20:00 h. Quase 22:00 h ele chorou e fui até lá. Tava queimando. Emerson deu o remédio, e é bonitinho que ele toma numa boa, rs. Quis o colo do pai e adormeceu. Onze horas, choro de novo. Peguei-o e fiquei com ele no sofá um longo tempo. Até que dormiu. Coloquei o celular pra despertar de hora em hora pra ver como ia a febre. 

Foi tudo bem até 03:30. Tava com febre de novo. Mais remédio. Levei ele pra nossa cama e achei que ele ia reclamar porque gosta de dormir sozinho, hehe. Mas não. Deitei ele no nosso meio e ele gostou. Ficou chamando galinha, piscando pra mim, apertando nosso nariz...

Depois te um tempo comecei a fazer um cafuné nos cabelos dele e ele adormeceu. Graças a Deus, tava cansada, o marido também. Passou uma meia hora e o Pititico começou a mexer, chutar, vi que ele já não tava mais querendo ficar ai. Levei ele pro berço e dormiu até 06:00 da manhã. 

Acordou sem febre e até feliz. 

E sabem o que ele aprendeu? A mostrar que irá fazer um aninho! Foi a minha mãe que ensinou. Eu falei:

- Quantos aninhos o Pititico vai fazer?

E ele mostrou com o dedo indicador direito: 1 aninho.

Neném lindo!

***

Esqueci de contar sobre a perda de fôlego! A Tati que me lembrou, rs.

Então, conversei com a pediatra e o que ela disse foi o que eu tinha lido. Que isso é uma pirraça "mais forte". Aiai, Pititico pirracento? Jesus! Ela disse que a melhor maneira de evitar que as crises sejam constantes é "ignorando". Eu já tô conseguindo fazer isso e funciona mesmo. Da última vez eu deitei ele no meu colo e perguntei:

- cadê a lagartixa?

Aí ele se distraiu, começou a dizer ti-xa e a procurar. Mas sinceramente? Espero que não fique se repetindo, porque apesar de saber que não faz mal pra ele, eu continuo me assustando.

***


Meu Pititico das perninhas grossas

20 novembro, 2012

Dia de pediatra

E hoje tivemos a consulta tão esperada com a nova pediatra. Adoramos!

O que rolou na consulta:

- o Pititico já pode comer a "nossa" comida. Porque eu ainda fazia a comida dele separada, rs; 

- não precisa mais das vitaminas já que toma 3 mamadeiras no dia (600 ml);

- no café da manhã posso dar o leite no copo e biscoitos;

- a Dra. passou uma pomada para a fimose e disse pra continuar com os exercícios;

- nada de mamadeira na madrugada.

A grande novidade é que ela "encontrou" os testículos! Ela disse que ele tem testículo retrátil. Então esperaremos até um ano e meio, se continuarem assim ela me indicará uma cirurgiã e veremos o que precisa ser feito. Ela disse que se os testículos não estivessem lá, se fossem ausentes, a cirurgia teria de ser imediata, ou seja, não poderia esperar como havia dito o cirurgião.

Gostamos muito dela, de verdade. Ela foi pediatra dos filhos do meu patrão e tenho muitas amigas que levam os filhos "nela". Eu custei pra conseguir marcar porque ela não tava mais pegando primeira consulta. Que bom que ela abriu uma exceção pra nós. Saímos de lá satisfeitos.

Além dos exames de fezes e urina (que vamos fazer no mais tardar semana que vem) ela pediu o de sangue também. Disse que é chato, a gente fica com dó, mas são recomendações do Conselho Nacional de Pediatria e Organização Mundial da Saúde.

Ah, fiquei envergonhada porque quando ela olhou o caderno de vacinas ele não tinha tomado a de febre amarela. Puxa, tava tão escondidinha a anotação. Eu fiquei irritada porque com nove meses eu levei o Pititico no posto de saúde e eles olharam e disseram que tava tudo em dia. Aff. Amanhã ele vai tomar essa vacina, sem falta. 

Fez recomendações do tipo: não deixar ele com colher, caneta, escova, nada com ponta na mão porque, ele pode cair e se machucar gravemente; cozinha é lugar proibido; cuidado com as tomadas.

Ela foi muita calma, respondeu todas as minhas perguntas. Finalmente encontramos "A" pediatra. Quando estiver com os resultados dos exames vou mostrá-la e em dezembro teremos nova consulta.

E o Pititico também aprovou, rs. Piscou pra ela, adorou o palitinho (que ela usou pra examinar a garganta) que era docinho, amou a recepcionista. Foi muito bom.

Ele está pesando 9,700 kg e medindo 74 cm. Segundo a pediatra, a maioria dos bebês nessa idade medem 76, 77. Ele continua baixinho, hehe.

19 novembro, 2012

Andando

E agora ninguém segura esse Pititico:


video

Tem hora que quer correr, leva uns tombos, mas nada de grave, rs. Não quer mais ficar em casa, só quer saber de rua.

É acordar e dizer bor (embora) que pra ele significa passear.

E na rua nada de colo (só se estiver no sling) quer andar e andar...

14 novembro, 2012

Eu de novo

Recebi mais perguntinhas e em forma de agradecimento tô respondendo viu?

As perguntas da Cláudia, cujo nome das filhas são lindos, do blog A Mamãe tá na Internet:

1 - Sua gravidez foi (ou será) planejada? Sim, muito.

2 - Parto normal ou cesárea? Cesárea.

3 - Você continuou vaidosa depois do parto? Sim, mas o tempo diminuiu, rs.

4 - Quem te ensinou a cozinhar? Aprendi olhando minha mãe e através de receitas. Mas não sou grande coisa na cozinha.

5 - Loiro ou moreno? Moreno e sardento, kkkk.

6 - Um lugar. Minha casa.

7 - Uma música. Esperança (diante do Trono)

8 - Uma cor. Azul marinho.

9 - Uma data especial. O nascimento do meu filho.

10 - Se você pudesse convidar um famoso pra jantar, quem seria? Barack Obama

11 - O que você mais deseja para o seu filho? Que ele seja feliz, abençoado!

***

As perguntas da Salua, mãe do lindo Jan Allbert, do blog Mundo de Jan Allbert:

1- Como você se define? Sou alegre, apressada, devia ouvir mais, emotiva, caseira, generosa.

2 - De que você não gosta? Violência, tenho pavor a brigas.

3 - Qual sua maior decepção? O Atlético mineiro não ter ganhado o Campeonato Brasileiro esse ano, kkkk.

4 - O que te deixa feliz? Meu filho, o sorriso dele, meu marido fazendo gracinhas.

5 - Se espelha em quem? Jesus.

6 - Seus sonhos já foram realizados? Alguns sim.

7 - Foi uma criança travessa? Não.

8 - Qual seu literário preferido? Romance.

9 - Quantos livros você leu este ano? Esse ano foi uó. Só dois.

10 - Quando você vê alguma coisa errada consegue se segurar para não intervir? Não! Meu marido vive dizendo: deixa pra lá. Não consigo.

11 - Como seria um mundo perfeito no seu ponto de vista? Um mundo sem violência, sem crianças na rua, sem fome, sem drogas.

***

As perguntas da Samanta, mãe do Vitor e grávida da Isadora, do blog Eternizando Momentos:

1 - Qual é o seu maior desejo? Que meu filho seja abençoado em todas as áreas de sua vida, e que eu fique com o meu marido até que a morte nos separe.

2 - Como se relaciona com a família do seu marido? Muito bem!

3 - O que mais gosta em ser mãe? Do carinho do meu filho, o beijo dele.

4 - Tem alguma coisa que gostaria de mudar? Os seios.

5 - Onde conheceu seu marido? Em um cursinho de pré-vestibular.

6 - Faria alguma cirurgia plástica? Sim. Colocaria silicone nos seios.

7 - Sente algum medo? Qual? Sim, perder as pessoas que amooooo.

8 - O que deixa mais feliz? Meu filho e marido juntos.

9 - O que você jamais faria? Lipo, morro de medo!

10 - Vai seguir a criação que teve com seus pais na criação de seus filhos? O que fará diferente? Sim, quero que o meu filho peça "bença", rs. Acho que o diferente será conversar mais.

11 - Como imagina o futuro do seu filho? Repleto de bem aventuranças!

***

Obrigada meninas!

De tirar o fôlego

Domingo o Pititico caiu sentado, bateu a cabeça de leve na cadeira e chorouuuuuu. Peguei ele no colo e ele ficou roxo. Engoliu fôlego. Soprei ele, sacudi, gritei. Gritei de medo! Ele voltou. Ficou mole. Passei água no rosto dele. Abracei, chorei.

E se repetiu na terça-feira. Depois do banho, tava preparando o leite dele. Ele pegou o bico da mamadeira e ficou brincando. Aí eu peguei pra tampar e chorouuuuuuu. Ficou pálido. Engoliu fôlego, de novo. Gritei pra ele voltar.

Levei um baita susto!

Então fui pesquisar no google e encontrei no blog Pediatrio - O Trio de pediatras várias informações sobre o assunto:

O que é perda de fôlego? 

A “perda de fôlego” é uma situação bastante comum na infância e que gera preocupações para muitos pais. A criança parece perder mesmo o seu fôlego e esta condição é resultado de uma apnéia (parada na respiração) provocada pela própria criança, podendo ser ocasional ou ocorrer várias vezes durante o dia.
A perda de fôlego ocorre em aproximadamente 5% da população, principalmente entre os 6 meses e os 2 anos de vida. Os casos não são perigosos e não causam dano cerebral, como muitos pais temem. 

Por que acontece a perda de fôlego?
As crianças pequenas, quando contrariadas nas suas vontades, podem reagir com cara de brava, com gritos, com sapateados ou “chiliques” e mais comumente com um alto e sonoro choro. E durante este choro, às vezes, ocorre um espasmo, com uma parada na respiração, provocando a crise de perda de fôlego.

Como a criança se apresenta numa crise de perda de fôlego?
No meio do choro, a criança para de respirar e fica inerte, quase desmaiada. Em meio à choradeira, a criança fica sem ar e até desmaia. O episódio é muito curto, dura em média, uns 20 segundos, mas é suficiente para apavorar os pais e outras pessoas que também cuidam das crianças.

Tipos de perda de fôlego:Existem dois principais tipos de crises de perda de fôlego: as cianóticas (em que a pele da criança fica arroxeada) e as não-cianóticas (quando a criança só fica pálida, mas não fica roxa).

Crises cianóticas: A crise cianótica costuma ser desencadeada por uma situação de estresse para a criança. Na maior parte das vezes, acontece após a criança sentir-se contrariada. Neste caso, a criança chora e, de repente, ela para de respirar, causando a cor roxa da pele e das mucosas. Algumas vezes, ela parece ficar inconsciente por breves segundos e, ao retomar a respiração normal, volta a chorar.

Crises não cianóticas: As crises não-cianóticas acontecem sem choro e em geral, são motivadas por um susto, por uma batida forte ou por um acesso de vômito. Nesta situação a respiração é momentaneamente bloqueada, como num episódio de soluço. A criança fica pálida e, às vezes, perde a consciência. Mas não há alteração da circulação ou oxigenação e a recuperação é espontânea.

Em qualquer destas duas situações, não há motivo para preocupação. Mesmo assim, convém notificar o pediatra destes episódios. 

Se ficar constatado que se trata da crise da perda de fôlego, não há nada a fazer. O melhor remédio nesse momento é tentar direcionar a atenção da criança para outra coisa de que ela goste, por exemplo: um brinquedo ou uma brincadeira para distraí-la e tirá-la desta situação.

A perda de fôlego pode ser um prenúncio de convulsão?
NÃO. Perda de fôlego não se trata de uma convulsão e em menos de um minuto a criança respirará de forma normal e estará completamente alerta. O pediatra avalia outras situações em que é necessária uma investigação mais aprofundada para descartar episódios de convulsão com exames específicos. 

O que se pode fazer nos casos de perda de fôlego?
Fique ao lado de seu filho e tente não entrar em pânico. Durante a crise de perda de fôlego, seu filho deve permanecer deitado, porque esta posição aumenta a circulação de sangue no cérebro. 
Não é necessário fazer manobras de respiração boca a boca, nem chacoalhar a criança, ou virá-la de cabeça para baixo, ou jogar água em seu rosto, ou passar álcool em seus pulsos. Em poucos instantes o organismo retoma a respiração normal e a consciência volta.
Passada a crise, comunique o fato ao pediatra para que ele faça o diagnóstico e informe a melhor conduta a seguir.

Estes ataques são inofensivos e cessam por si mesmos. A perda de fôlego não é considerada uma doença, portanto não há necessidade de qualquer tratamento medicamentoso.

Nessa hora, é fundamental manter a calma a qualquer custo e não “fazer drama”, nem supervalorizar a situação, porque se os pais se apavoram demais e dão muita atenção a estes momentos de perda de fôlego, a crise tende a se repetir toda vez que a criança é contrariada ou é repreendida e isso pode, desnecessariamente, prejudicar o processo de educação em família.

Fiz quase tudo o que não é recomendável fazer, rs. Mas eu tive medo, medo de perdê-lo. Deus me livre! É de assustar.

Dia 20 temos consulta com a nova pediatra e vou relatar os fatos pra ela. Vamos ver o que ela diz.

O caderno de mensagens e o mimo

Eu queria um caderno para os convidados deixarem mensagens carinhosas pro Pititico no dia do aniversário. Aí conheci o blog da Iolanda, o Verdades de Mãe e, descobri que ela faz esse trabalho! Encomendei e já chegou!

Olha que lindo, de circo:





Fiquei encantada! Muito lindo, cada detalhe...

O blog que divulga o trabalho dela é o Feito com carinho de mãe e, ela até colocou fotos do nosso caderno lá!

Iolanda, ficou maravilhoso demais!!!

***

O mimo que ganhamos da Roberta, do blog Matheus Meu Coração chegou!

Ganhei o Top Comentarista do mês de Outubro!

 Eu adorei! Sou meio "fanática" com as sacolas retornáveis, hehe. 

Obrigada Roberta!

13 novembro, 2012

A festinha

Mudamos o tema de novo, rs. Porque o maridão, que achava circo comum, agora acha lindo. Então será Circo. Eu confesso que tava empolgada com o Mister Álvaro, mas tudo bem.

É circo mesmo!

Tava mais perdida que tudo né? Lembram que disse da falta de criatividade e tal? Pois é, mas essa blogosfera é uma maravilha e tô sendo muito ajudada, hehe.

Olha só, a Tamires, do blog Otávio, uma linda, deixou um comentário em um dos posts sobre a festinha dizendo que faria a identidade visual pra mim! Tudo de bom!

Eu não posso mostrar, senão estraga a surpresa né? Mas tá tudo muiiiiiiito lindo! Bandeirolas, toppers, cartão de mesa, tudo que uma festa precisa!

***

Eu sou um pouco brasileira, que deixa tudo pra última hora, kkkk. Na faculdade os trabalhos saiam no último dia, abafa.

Mas dessa vez não quero fazer isso, então já risquei alguns itens da lista:

- a festinha será dia 09 de dezembro (não será dia 08 porque alguns convidados irão trabalhar, incluindo o marido) às 16:00 h, lá em casa;

- convidados: 33, 25 adultos e 8 crianças;

- tema: CIRCO;

- papelaria: ok, a Tamires já enviou pra gráfica e logo terei tudo em mãos (serviço completo, adorei, hahaha). Não vejo a hora;

- vou servir salgadinhos e docinhos tradicionais. Muito brigadeiro, hehehe e cupcakes é claro. Vou comprar pronto e só fazer o recheio. Preciso aprender a fazer a torre pra eles;

- bebida: refrigerante e água;

- músicas infantis: ok, bastante galinha pintadinha;

- lembrancinhas: bolhinhas de sabão;

- as fotos pedirei alguém pra tirar;

- o Pititico não usará roupa de palhaço porque ele não permitiria. Ele não gosta, rs.

Bom, vou encomendar tudo logo, inclusive o bolo, que acho que será assim:



O que acham? Foi a Tamires que me enviou. 
O e-mail dela é: tamires.taufer@gmail.com, se quiserem é só falar com ela.

***

Quero dizer "obrigadinha" também pra Sher, mãe do Guga, do blog Bela Mãe! Ela me enviou uma tabela com a quantidade de comida e bebida que foi uma mão na roda! 

***

E depois mostro o caderno pra assinatura que encomendei, ficou lindo demais!

12 novembro, 2012

Nossos momentos 1

Os fins de semana são sempre maravilhosos porque posso ficar com o Pititico o tempo todo! 

Lá em casa tem uma jabuticabeira. É só chegar perto que ele começa:

- á, á (água).

O que ele quer é molhar o pé, porque quando tava florido, todos os dias molhávamos pra que as jabuticabas ficassem grandes e doces.

E sábado ele adorou! Deixei ele molhar "sozinho"!


 


Depois o papai pegou um montão e ele queria brincar com elas. Ficava mordendo e colocando de volta na vasilha, hehe.


 No domingo, quando a chuva deu uma trégua, lá fomos pegar mais jabuticabas, porque o Pititico não pode ver que fala:

- ó, ó, bóóó.

Ele ama aquelas bolinhas, rs.





Então foi isso! Foi muito bom, ainda mais que o papai tava em casa!

Esse post faz parte da blogagem coletiva Nossos Momentos, do Blog Recanto das Mamães Blogueiras.

Se quiser participar é só clicar na imagem!


09 novembro, 2012

Eu também slingo

O sling que encomendei da Camila chegou e estreamos no feriado! Eu amei!

Peguei o Pititico, coloquei o celular, a água, o paninho de boca na bolsa do sling e fomos caminhar. Foi uma delícia! E o Pititico adorou ficar grudadinho comigo! Foi cantando durante todo o passeio.

Se eu soubesse que era tão bom teria usado desde o início. Mas nunca é tarde né? Ainda vamos aproveitar muito!






08 novembro, 2012

11 meses!

E hoje é dia de mêsversário! Meu Deus! Onze meses!

Falta um mês para o 1º aninho! Na próxima começo a registrar os preparativos pra festinha, tá de vento em polpa!

Agora vamos às novidades do Pititico:

- ele já sabe soprar! Tomara que sopre a velinha, hehehe.

- tá cada dia mais seguro pra andar. Tem hora que não quer nem que a gente segure a mão dele, pode?

- Aprendeu novas palavras:

bôbô = vôvô
papo = sapo
bo = jabuticaba
papa = sapato
xi = xixi
tixa = lagartixa

- Ontem, na casa da minha mãe, pegou a caixa de maisena e se sujou todo. Depois saiu pela casa a fora com a boca cheia de maisena dizendo: "emi" "emi", como se tivesse gostoso. Pena que não deu pra tirar foto, rs.

- Dá beijo só em mim e conversamos pelo telefone durante o dia.

***

Na segunda eu acordei com o chorinho dele. Olhei o relógio e eram 05:40 da manhã. Tava com preguiça mas, já era quase hora de levantar mesmo.

O choro era impaciente, nervoso. Pensei: ele já deve tá em pé no berço.

E estava mesmo. No cantinho do berço olhando pra porta. Entrei, dei bom dia e, ele já veio "subindo" pro meu colo. Me abraçou, deitou no meu ombro. Eu o beijei e o abençoei. Ficamos assim um tempo...

Aí fui trocar a fralda. Deitei ele no trocador e perguntei:

- tem muito xixi?

Ele respondeu:

- xi.

Ficou quietinho, tava com preguiça, eu acho. 

O peguei novamente e perguntei se queria mamadeira. Ele me encarou e riu. Fomos pra cozinha, preparei o leite. Voltamos pro quarto, ele tomou tudo e dormiu. 

Fui me arrumar pro trabalho. Queria ficar lá. Ele tava tão fofo (sempre)!


"Como eu te amo meu filho"


07 novembro, 2012

Livrinhos do Itaú e mais um selinho!

Depois de semanas chegou a nossa Coleção Itaú de Livros infantis! Os livros são muito fofos mesmo!

Tá certo que o Pititico vai dar uma amassadinha, mordidinha, mas tá valendo, faz parte, hehehe.


O Pititico vai adorar esse. É doido com morango.

Acho muito importante incentivar os pequenos a ler. Já falei sobre isso aqui. Vou fazer a minha parte né? Já tô com outros livros em mente pra comprar pro Pititico. Inclusive, vi um no blog da Meriene, a Mammy Rock, que quero de todo jeito, rs, embora não seja pra faixa etária do Álvaro. Mas já vou deixar guardado, kkk.

***

Ganhamos mais um selinho! Agora da nossa amiga Samanta, mãe do maravilhoso Vitor e grávida da princesa Isadora, do blog Eternizando Momentos!

Obrigada flor! Adoramos!


O blog de vocês também são um mimo:

Renata Rocha - Meu Mundo é Lilás
Tamires - Otávio
Carol Carvalho - Varal dos Passarinhos
Rafaella - O Primeiro filho
Larissa - Tagarelinho
Bárbara - Vida Baby





06 novembro, 2012

Mais sobre mim

Eu já falei sobre mim respondendo ao convite da Genis. Mas como a Tamires também me convidou, vou responder as perguntas dela, hehehe.

Vamos lá!

1 - Data de nascimento?
24/03/1984.

2 - Onde conheceu o pai do seu filho?
Em um cursinho pré-vestibular.

3 - Quantos quilos engordou na gestação? Foi fácil perder?
11 kg. Perdi rapidinho, mas a barriga resiste, rs.

4 - Quais os maiores problemas encontrados depois que o bebê nasceu?
Os pontos da cesárea inflamaram. Tive que tomar antibiótico, ficar tirando o pus do corte (dolorido e nojento) no mínimo três vezes ao dia pra não correr o  risco de ter que voltar para o hospital.

5 - Falta alguma coisa na sua vida para ser ainda mais feliz? O que?
Acho que tá bom assim.

6 - Como foi o sexo depois do parto?
Hã???
Tá, foi estranho, sei lá. O cansaço era enorme e minha barriga tava super esquisita. Mas meu marido foi super gentil.

7 - Você teve uma infância feliz?
Sim. Tenho bons pais, graças a Deus.

8 - O que te dá mais prazer?
Tomar sorvete, dormir, rolar no tapete.

9 - Livro favorito?
A Bíblia.

10 - Tens uma melhor amiga?
Sim, a Dri.

11 - O que espera do futuro?
Para o nosso futuro? Saúde, paz, alegria, paciência, amor, conforto.

05 novembro, 2012

Meme

Fui convidada pela mamãe Genis pra participar de um meme e adorei!

As regrinhas para participar são:

- Escrever onze coisas aleatórias sobre você;

- Responder as onze perguntas que a pessoa lhe mandou e criar onze novas perguntas para as pessoas para quem irá mandar;

- Escolher onze pessoas para repassar esse meme e colocar os links de seus respectivos blogs;

- Avisar os blogs escolhidos;

- Não retorne esse meme para quem te enviou;

- Postar as regras.

Então, bora lá!

11 coisas sobre mim:

1 - Sou muito apressada, às vezes quase sempre isso me atrapalha;

2 - Quero ter mais um filho, só mais um, rs;

3 - Sou a filha do meio e, queria ser mais paparicada, como a mais velha;

4 - A minha casa tá ficando "pronta" e isso me deixa muitíssimo feliz;

5 - Não gosto de cachorro, muito menos que ele pule ou babe em mim;

6 - Adoro sorvete, seria capaz de tomar todos os dias;

7 - Queria que meus pais vivessem pra sempre;

8 - Acho lindo comer um prato cheio de legumes e verduras. Se eu conseguisse...;

9 - A minha barriga ainda tá um pouco mole;

10 - Gosto de cozinhar, mas não todo dia;

11 - Amo meu marido e acho ele demais!!!.

Respondendo as perguntas feitas pela mamãe Genis:

1 - Qual é o seu maior sonho? Que o meu Pititico seja muito feliz em todas as áreas da sua vida! 

2 - Qual é a sua característica mais marcante? A  hospitalidade.

3 - O que você mais gosta de fazer? Assistir um bom filme de suspense.

4 - Qual foi o dia mais feliz (marcante) na sua vida? O nascimento do meu filho.

5 - O que te faz sorrir? Muitas coisas, o piscar de olhos do meu filho, o beijo babado dele...

6 - Já fez planos pra 2013? Quais? Sim. Viajar com meu marido e filho, voltar pra faculdade, "tirar" carteira de motorista.

7 - Se pudesse mudar alguma coisa no seu corpo, o que mudaria? Os seios. Acho que um silicone cairia bem.

8 - Qual tipo de música você gosta de ouvir? Gospel, galinha pintadinha, Diante do Trono Crianças, hehe.

9 - O que te fez entrar para a blogosfera? A vontade de compartilhar a alegria de ser mãe. Registrar o dia-a-dia do meu filho pra mais tarde lembrar de tudo.

10 - Quem é seu maior exemplo de vida? Jesus.

11 - O que mudou em sua vida depois da maternidade? Eu sou mais sensível, mais chorona, mais humana, aprendi a gostar( muito) de chocolate.

Vou adorar saber mais sobre vocês:

Carol Carvalho - Varal dos Passarinhos
Tatiane Rosa - Amigo de Fraldas
Chris Ferreira - Inventando com a mamãe
Cristiane - Olho Preguiçoso
Rafaella - O Primeiro Filho

As perguntas são:

1 - O significado da maternidade pra você.
2 - Qual sua atividade preferida?
3 - Como foi a descoberta da gravidez?
4 - O que pensa sobre o segundo filho?
5 - Como foi a recuperação pós-parto?
6 - Porque criou um blog?
7 - Qual a maior dificuldade em ser mãe?
8 - O que faz você chorar?
9 - Qual sua principal característica?
10 - Tem algo que diga pra você mesma todos os dias? O quê?
11 - Qual seu maior sonho?

Amei o convite Genis! Achei demais esse meme! 

01 novembro, 2012

Arrasou!!!



Olha os dentinhos...


Figurino: Tio Rafa, que o Pititico adora!!!

Posso com isso???