26 outubro, 2012

Sobre a segunda opinião

Minha irmã Adriana, está esperando um menino: o Tomás! Ele irá nascer em dezembro, antes do natal. Quase igual ao Álvaro.

Então, ela tinha uma médica de confiança e começou a fazer o pré-natal com a mesma. Acontece que as consultas eram caras e a médica não atendia o convênio dela. Ela resolveu mudar. Recebeu indicação de uma amiga e foi. Tá.

A nova médica pediu os exames que devem ser feitos e ao analisá-los disse que a glicose dela tava alta. Passou dieta, mandou cortar massa, doce. Tadinha. Tudo que a gente quer, rs.

Ela fez o recomendável. Tava vivendo de salada! 

Quase entrando no sexto mês de gestação a médica pediu um novo exame para medir a glicose. Ela foi à consulta (sozinha já que, ia apenas mostrar o exame que aos nossos olhos estava ótimo).

Quando  a minha irmã chegou no escritório (trabalhamos juntas) estava chorando. Eu a abracei e perguntei o que tinha acontecido. Ela contou em meio a soluços que a médica disse que ela estava com diabetes. Sim, diabetes gestacional. E disse mais: que o bebê tava muito grande; que ele tava absorvendo o excesso de açúcar e por isso a glicose havia abaixado; que ele tinha líquido na barriga; que a barriga dela tava grande demais e, que o parto teria que ser prematuro.

Pasmem.

Ela ficou sem chão, sem entusiasmo, sem alegria.

Eu fiquei passada. Como ela podia dizer tudo aquilo apenas com um exame de sangue nas mãos? Sem ultrassom, sem nada!

Pois disse. Eu tranquilizei a Dri (o apelido dela) e falei logo pra marcar com um médico conhecido nosso. Ela não conseguia pensar, tadinha, também quem ia pensar numa situação dessas.

Marcamos a consulta com o outro médico, ela levou os exames, fez ultrassom, e sabe o que ele disse? Que ela e o bebê estavam ÓTIMOS! Que ela nunca teve diabetes; a glicose sempre esteve boa; o bebê estava do tamanho e peso certinhos; a barriga dela tava do tamanho certo pra idade gestacional. E que a tal médica foi aluna dele e que era meio terrorista. Não falou mais dela em nome da ética.

Hã hã.

Imaginem o alívio e ao mesmo tempo a raiva que ela sentiu. Passou um fim de semana inteiro sofrendo. Ela e a família inteira.

***

Ela voltou pra antiga médica e agora corre tudo bem. O Tomás mexe o tempo todo.

Graças a Deus está tudo bem com eles! Ela tá dormindo mal com dor nas costas, vai muito ao banheiro, tá um pouco (muito) inchada. Mas fora isso, só alegria!

Tá super empolgada, o quartinho já tá todo montado e tá terminando o enxoval.

Mas tá aí porque acho a segunda opinião importantíssima!

Olha ela aí com quase quatro meses e o meu Pititico ainda um "toquinho"




26 comentários:

  1. Aiii que horror...
    Fiquei apavorada...como que uma louca faz uma coisa destas né..??....
    Credo...
    Mas eu vivi isso na pele este ano...
    Fui fazer um exame de sangue e deu FSH aumentado..pouco, mas aumentado...levei para o médico que estava vendo a minha labirintite..ele disse que era grave...que eu tinha que ir para frente..que estava com alguma doença auto imune...como esclerose multipla..lupus..ou algo do gênero...Guriiia..quase morri..daí cheguei em casa aos prantos..já que estava tentando engravidar..como teria meu filho?..
    Liguei para meu GO e um médico da família...eles riram...que não era nada...tinha dado um pouquinho alterado porque eu tinha feita uma tatuagem ah menos de 15 dias antes do exame...(o que eu tinha falado para o médico louco e ele ignorou)...
    Mas tem gente louca mesmo...deuzolivre..
    Imagina..se eu fiquei passada..Imagina uma grávida....nossa....
    Mas serve para vermos como não podemos desesperar na primeira opinião...ou tentar manter a calma né...=)

    Beeeeeeijos querida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é Tiii? Mata qualquer um do coração!

      Excluir
  2. Que ridículo!
    Infelizmente em todas as profissões existem má profissionais. Mas na medicina, isso influencia a vida e a morte de um ser humano, né não??
    E se a gente for por na balança, há muito mais profissionais de baixo nível, do que bons profissionais.
    Graças a Deus, a segunda opinião fez toda diferença, e imagino a felicidade que vcs estão!

    Boa hora pra ela!
    E que venha com muita saúde, que é o mais importante!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus que coisa séria, passar esse tipo de nervoso na gravidez é muito ruim, fala pra ela ficar bem tranquila...bjsss

    ResponderExcluir
  4. Que susto meu Deus, essa médica é louca, q bom q tudo se resolveu

    ResponderExcluir
  5. Eu tive diabetes gestacional e fiz acompanhamento e correu tudo bem! Essa médica é doida, gente! ainda bem que ela foi procurar outra opinião memso!
    Bjo e bom findi! Pititico está um gato!

    ResponderExcluir
  6. Ela voltou pra medica terrorista???? Agora fiquei pasma!!! Isso nem eh terrorismo, eh maluquice, essa medica deveria ser denunciada!!!!!!!!!!!!!
    Nananana
    Bjos em vcs
    Saude pra esse bebezinho que esta por vir e pra tua mana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nãooooo! Ela voltou pra médica que não atendia o convênio!

      Excluir
  7. Gente, que falta de sensibilidade dessa médica. Não se diz coisas ruins para uma grávida assim! Mesmo que ela estivesse com tudo isso, acho que tem um jeito menos traumático para se dar uma notícias dessa. A Dri deveria denunciá-la. Mas GRAÇAS A DEUS está tudo bem com ela e o bebê. bjo e bom findi semana

    ResponderExcluir
  8. Nossa, esse tipo de médica não deveria exercer a profissão!!! Que absurdo! Nunca vi tanta asneira assim... que coisa! Fiquei pasma com isso!

    Ah, não esqueci do selinho não, hehe. amanhã postarei ele flor!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. O pior é que existe muitos assim em todas as áreas da medicina, já ouvi muitos casos que o paciente poderia ter morrido do coração com o diagnostico e no fim não era nada!!! Que bom que ela buscou outra opinião. Também sou a favor de buscar outros médicos quando o "calo" aperta. Tadinha que susto! Que bom que no fim deu tudo certo ;) Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Com certeza! E existem muitos médicos assim por aí, médicos que não sabem nem o que estão dizendo... Um absurdo!
    Ainda bem que ela e o bebê estão bem. Assim será até o fim!

    Beijos!

    Lívia.

    ResponderExcluir
  11. Depois desse ultimo caso que vi, da bebe que nasceu de 5kg e o médico fez o parto normal à força. A bebe faleceu, e o resultado do IML foi fratura na coluna cervical. Ou seja, o médico deve ter puxado tanto que quebrou o pescocinho da bebezinha, eu não duvido de mais nada.
    Infelizmente estamos entregues. Não temos o que fazer a nao ser contar com Deus.
    Mas pelo menos a sua irmã está em boas mãos denovo. Graças ao bom Deus!
    Vc devia divulgar o nome dessa médica pra ninguém mais ir.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  12. Pois é, que nem eu disse, tem gente que é exagerado que chega a ser tosco, ela nao pensou no sofrimento que estava causando nao? que nem a pediatra doida la que examinou o Liam!

    ResponderExcluir
  13. Que falta de profissionalismo! Acho que, certamente esta médica está na profissão errada... Uó!!!

    bj bj

    ResponderExcluir
  14. Que absurdo dos absurdos!!!! Como que uma louca fala uma coisa dessas, ainda mais para uma mulher grávida que foi a consulta sozinha, poderia ter passado mal, ter tido qualquer coisa de tão nervosa... é o fim mesmo, né...
    Mas que bom que está tudo bem e o Tomás está chegando lindo e saudável!!!!

    Eu ando trabalhando muuuuuito ultimamente, por isso to meio sumidinha, rsrsrs

    Beijos!!!!
    (www.fredericando.blogspot.com.br!

    ResponderExcluir
  15. Nooooossa, que horror...
    Acontece muito, histórias assim são tristes demais, mas o duro é não ter opção, precisamos dos médicos, de quem nos trate, nos veja, nos diga...
    O importante é sempre ter uma segunda opinião, e o que o Obstetra do meu pré natal sempre me dizia, intuição, pois sabemos o que se passa com a gente, sentimos, temos de seguir nossa intuição.
    Eu procuro sempre seguir a minha, para não me apavorar.
    O bom disso tudo é saber que logo terão mais um Pititico por ai =D
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Que absurdo , medica doida do cacete , merece umas porradas >.<
    è mole , fazer uma gestante passar por isso , ela podia ter perdido o bebe e tudo , por estresse sabia ? !
    Ruun ><
    Graças a Deus está tdu bem com ela e o bebe "

    ResponderExcluir
  17. Nossa estou pasma, como pode!!!!! Ainda bem que vc a ajudou!!! Cris

    ResponderExcluir
  18. Inacreditavel não é meninas! Mas é verdade e como vcs disseram, infelizmente existe esse tipo de profissional.
    Ela resolveu "deixar pra lá" pra evitar mais dores de cabeça nessa fase.

    ResponderExcluir
  19. Olá, vim agradecer o carinho no comentário da minha postagem no blog Matheus Meu Coração. Lá no blog tem mais dicas e muitos sorteios passa lá qndo quiser.
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/
    beijinhos :D

    ResponderExcluir
  20. Gnt q loucuraaa!! Mas passei mais ou menos pela msma situação, só que quem falou q eu estava com diabete gestacional foi o médico que fez a ultrassom, disse q meu filho iria nascer com 6kg e td mais... a sorte q não fui na onda dele... tem médicos q devem fazer estagio no Paquistão só pode!!

    Ahh meu filhote nasceu com 3,280 kg qse metade do q ele disse...

    ResponderExcluir
  21. Nossa q medica louca né, como pode não saber ao certo sobre gravidez sendo obstetra, isso traduz uma realidade temos muitos médicos que não estão capacitados para exercer a profissão.
    Feliz por tudo ter dado certo bjos

    ResponderExcluir
  22. Ai, imagino o susto da sua irmã... que bom que tudo se resolveu.
    Ia te oferecer o selinho, mas depois vi que você já tinha ganhado.
    Beijo,
    Ju

    ResponderExcluir
  23. Nossa, fiquei pasma tbm!
    Eu sou adepta da "segunda opinião" sempre!
    Sempre passei o Kaleb em outro pediatra, quando a pediatra dele vinha com alguma conversa estranha... Agora to procurando outro pneumo para confirmar se ele tem mesmo Sinusite. Não custa nada neh?
    Bjs e boa gestação pra sua irmã.

    ResponderExcluir
  24. Que susto!!!
    Eu acho que deveríamos fazer pré-natal com dois médicos... desse jeito...
    Mas, imagina, e sem um saber do outro...
    Ai, tenso confiar em médico...

    ResponderExcluir